Home Página Inicial
 
Busca

Tribunal de contas descobre fraude em governo interino com superfaturamento de mais de 1200% em obra em Tacuru-MS Enviar por e-mail  Imprimir esta notícia Receber por RSS
25/07/2017 13:34:48

Em seus primeiros dias de administração o prefeito Carlos Pelegrini solicitou ao tribunal de contas do estado que fizesse uma auditoria na prefeitura municipal, tendo em vista, que não houve um período de transição e ao tomar posse se deparou com um rombo nas contas públicas que pode passar da casa dos 5 milhões, apenas duzentos e cinquenta mil em caixa pertencentes ao FUNDEB, não tendo sequer recursos para o pagamento da folha de funcionários que vencia no dia posterior a sua posse.

No primeiro dia de trabalho a equipe TCE já constatou irregularidades em uma das obras. Reformada na administração do prefeito interino nos primeiros 6 meses deste ano de 2017, a ponte sobre o córrego do cadeado sentido Colônia “Botelha I”  teve um superfaturamento de mais de 1200 % .

Em um relatório solicitado ao responsável pela reforma da ponte Wilson Ribeiro (Negão Federal) foram gastos 6 barras roscadas no valor de R$ 264,00 reais, 12 porcas no valor de R$ 40,80 , 12 arruelas que custam R$ 9,60, mais  0,495  metros cúbicos de longarinas e 2,7 metros cúbicos de pranchas no valor de R$ 3.032,00 somando um total gasto na obra de  aproximadamente R$ 3.346,40 (três mil trezentos e quarenta e seis reais e sessenta centavos), no entanto  o tribunal de contas encontrou valores divergentes nas notas empenhadas e pagas da loja materiais de construção casa e campo para a reforma da ponte licitada, contendo os seguintes itens: 45 arruelas no valor de R$ 36,00 ,  10 metros de assoalho no valor de R$ 7.100,00, 15 barras de rosca valendo R$ 660,00, 30 metros quadrados de caixa de aterro no valor de R$ 7.470,00, 20 metros de guia de rodas no valor R$ 2.600,00 , 24 metros de pintura que custou R$ 768,00 , 45 porcas no valor de R$ 153,00 ,  40 quilos de prego no valor de R$ 560,00, mais 24 metros de rodeios que custaram R$ 7.800,00 e mais 16 metros de vigamento simples no valor de R$ 15.136,00 , tendo sido então empenhado e pago com dinheiro dos cofres públicos um valor de R$ 42.283,00 (quarenta e dois mil duzentos e oitenta e três Reais). Essas irregularidades constatadas, foram confirmadas após vistoria feita pessoalmente pelos auditores do Tribunal de Contas do Estado  que foram até a obra, verificaram, fotografaram, e comprovaram o superfaturamento absurdo.

Opôs tamanha diferença de valores a obra esta sendo feita novamente, pois o serviço feito anteriormente na gestão do prefeito interino, foi apenas um quebra galho que na realidade custou na faixa de pouco mais de 3 mil reais e não 42.283,00 que já foram pago pela administração do prefeito interino.   


Fonte: Assessoria de Imprensa

Tribunal de contas descobre fraude em governo interino com superfaturamento de mais de 1200% em obra em Tacuru-MS - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização.

 AO VIVO - As principais notícias da sua cidade
 02/05/18 - Vereador João Barezi e recebido pelo prefeito Carlinho
 26/04/18 - Através dos deputados Vander e Zeca Tacuru terá mais de 1 milhão e 300 mil reais em investimentos
 26/04/18 - Prefeito Carlinho e 1ª dama Vera Jane prestigiam ações da Carreta da Justiça
 26/04/18 - Semana do índio e comemorada com festividades
 10/04/18 - PREFEITO CARLINHOS ASSINA CONVÊNIO DE 1 MILHÃO NA CAIXA.
 ARQUIVO - Acesse todas as notícias