Home / Notícias / Saúde realiza Audiência Pública referente as ações do 1º quadrimestre de 2019 e a Implantação da Classificação de Risco no Hospital Municipal
Saúde realiza Audiência Pública referente as ações do 1º quadrimestre de 2019 e a Implantação da Classificação de Risco no Hospital Municipal

Saúde realiza Audiência Pública referente as ações do 1º quadrimestre de 2019 e a Implantação da Classificação de Risco no Hospital Municipal

A Secretaria Municipal de Saúde realizou no dia 02 de agosto de 2019, no Auditório Municipal Bruno Pelegrini, a audiência pública para prestação de contas sobre os investimentos, ações, aplicações de recursos, oferta e a produção dos serviços da rede assistencial de saúde, conforme o artigo 12º da Lei Federal 8.689/93. A prestação de contas referente ao 1º quadrimestre 2019, contaram com a presença dos Conselhos Municipais de Saúde, funcionários da saúde, funcionários da SESAI e população, os vereadores Daiana de Souza Pedrotti e Valmir Otilio da Silveira representado a Câmara Municipal. Audiência foi apresentada pela secretária municipal de saúde Adriana Mancini e os funcionários responsáveis por cada setor das unidades de saúde Urbana e Rural, Hospital, Fisioterapeuta, Farmácia básica, Laboratório, Vigilância sanitária, NASF e Controle de Vetores também contou com colaboração de toda equipe da saúde. O objetivo, segundo a Secretaria Adriana, foi apresentar às autoridades, representantes de entidades e à população, os resultados dos trabalhos realizados por cada setor da secretaria de Saúde de janeiro a abril de 2019. Todos os participantes tiveram a oportunidade de acompanhar e questionar sobre a condução dos trabalhos e ações desenvolvidas e recursos aplicados pela saúde no município, sendo que ouve uma participação expressiva com mais de 100 participantes. Aproveitando a oportunidade foi repassado aos presentes sobre a implantação do Acolhimento com Classificação de Risco no Hospital Municipal São Sebastião, que se destaca a importância da implantação da classificação conforme a portaria do ministério da saúde GM 1863 de 29/09/2003 que propõe a implantação nas unidades de atendimento às urgências do acolhimento e da “Triagem Classificatória de Risco”, que após a identificação e avaliação do paciente, que se baseia no protocolo e classifica o usuário em:

Vermelho: emergência risco iminente de morte – atendimento imediato.

Amarelo: Urgência com ou sem risco potencial de morte – necessita de atendimento rápido, mas pode aguardar.

Verde: Sem risco de morte imediato – Podem aguardar atendimento ou serem encaminhados para as Unidades de Saúde

Azul: Caso crônico sem sofrimento agudo ou caso social – podem aguardar todos os outros serem atendidos ou ser encaminhado para unidade de saúde.

O objetivo dessa classificação segunda a secretária de saúde é uma necessidade para melhorar e organizar o fluxo de pacientes que procuram o Hospital Municipal para o atendimento de urgência e emergência, garantindo um atendimento resolutivo e humanizado aqueles em situações de sofrimento agudo ou crônico de qualquer natureza, e assim atender a todos priorizando os casos mais urgentes.

 

Foto

Secretaria Adriana Mancini apresenta audiência pública para prestação de contas sobre os investimentos, ações, aplicações de recursos, oferta e a produção dos serviços da rede municipal de saúde

 

 

Ir para o topo